Tanzânia 1

Detalhes da empresa

Advogados do FB
+255 22 2135994/5
8º andar, Amani Place, Ohio Street PO Box 19813 Dar es Salaam Tanzânia
Kiswahili, English, German, Gujerati, Hindi

Desempenho do contrato da Tanzânia durante o Covid-19

Nas últimas semanas, a Tanzânia relatou vários casos de Coronavírus (Covid-19) e, em resposta, o governo fechou instituições de ensino e proibiu algumas reuniões públicas, entre outras medidas. No mundo dos negócios, a pandemia de Coronavírus provocou uma discussão acalorada sobre se uma parte de um contrato comercial pode ser dispensada do cumprimento da obrigação contratual como resultado de uma 'força maior'.

O que é força maior?

Uma força maior (termo francês que significa força superior) é circunstâncias ou eventos imprevisíveis e incontroláveis que impedem uma pessoa de cumprir sua obrigação contratual. É um 'ato de Deus', que as partes de um contrato não podem impedir de acontecer ou ocasionar perdas. O evento ou condição em questão deve ter sido (1) irresistível; (2) imprevisível; (3) externo às partes e (4) deve ter tornado a execução uma impossibilidade e não apenas mais difícil ou impraticável.

Quais são os diferentes tipos de força maior?

Eventos de força maior podem assumir a forma de catástrofes naturais, como furacões, inundações, terremotos e erupções vulcânicas ou eventos de força política, como guerras, tumultos e ataques terroristas. Doenças epidêmicas ou pandêmicas como Ebola, Coronavírus e um ato de proibição estadual ou governamental. Em alguns casos, os tribunais e os contratos reconheceram uma escassez prolongada de fornecimento de energia, greves, explosões, bloqueios, incêndios, lentidão como eventos de força maior.

Você pode me mostrar exemplos de cláusulas de força maior ou de dificuldade?

As cláusulas de força maior são comuns em Contratos de Bens e Serviços (GSCs), Contratos de Importação e Exportação (IAAs), Contratos de Desenvolvimento Mineiro (MDAs), Contratos de Partilha de Produção (PSAs), arrendamentos, Contratos Bilaterais de Investimento (BITs), entre outros. Dois exemplos de cláusulas de força maior estão abaixo:

“Nenhuma das partes perderá quaisquer direitos aqui contidos ou será responsável perante a outra Parte por danos ou perdas por conta do descumprimento do contrato pela Parte Inadimplente se o descumprimento for ocasionado por calamidades naturais, incluindo, entre outros, secas, inundações, furacões, e terremoto”.

 “No caso de qualquer uma das partes ser incapaz de cumprir suas obrigações sob os termos deste Contrato por causa de casos fortuitos, greves, falha de equipamento ou transmissão ou danos razoavelmente fora de seu controle, ou outras causas razoavelmente além de seu controle, tal parte não será responsável por danos ao outro por quaisquer danos resultantes de tal falha na execução ou de outra forma de tais causas.”

Quando se pode declarar uma força maior?

Uma pessoa pode declarar força maior mediante notificação dentro de um prazo razoável sobre as consequências esperadas do evento. Espera-se que um contrato forneça prazos para fazer tais notificações para tornar a reivindicação efetiva.

Qual é o efeito de um evento de força maior em um contrato?

Quando houver impossibilidade temporária na execução de um contrato, o contrato será suspenso pela duração desse evento. Quando houver uma impossibilidade permanente de execução, o contrato geralmente será rescindido retroativamente.

Quais são os prós e contras de declarar uma força maior?

Quanto às vantagens de invocar uma cláusula de força maior, ela protege a parte que deixa de cumprir o contrato em tempo hábil por causa de eventos imprevisíveis e incontroláveis. Simplificando, é uma ferramenta importante para minimizar a responsabilidade em circunstâncias além do controle de qualquer uma das partes. Quanto às desvantagens da declaração de força maior, pode levar ao enriquecimento sem causa da transação contratual, especialmente quando uma das partes já cumpriu sua parte do contrato. Também pode ser invocado como renúncia de responsabilidade em caso de incumprimento de um contrato. Às vezes, pode levar à rescisão de um contrato quando há efeitos prolongados do evento.

A lei da Tanzânia reconhece a força maior?

A lei do contrato reconhece a força maior. Por exemplo, o artigo 56.º, n.º 2, da Lei dos Contratos dispõe que «um contrato para a realização de um acto que, após a celebração do contrato, se torne impossível, ou, em razão de algum evento que o promitente não pôde evitar, ilegal, torna-se nulo quando o ato se torna impossível ou ilegal.' As partes também podem invocar os princípios do direito consuetudinário aplicáveis na Tanzânia para aplicar uma cláusula de força maior. No entanto, as partes contratantes são instadas a incluir tal cláusula no próprio contrato. A falha em fazê-lo pode atrair responsabilidade igual entre as partes. A cláusula de força maior também pode ser implícita ou interpretada no contrato por força da lei ou as partes podem recorrer à doutrina da frustração.

Como invocar força maior?

Qualquer parte que reclame isenção do cumprimento das obrigações decorrentes do contrato por causa de qualquer evento ou circunstância de força maior, tal parte normalmente é obrigada a notificar por escrito a outra parte de tal evento ou circunstância assim que razoavelmente praticável após tomar conhecimento de tal evento ou circunstância. A parte reclamante tem o dever de mitigar razoavelmente o evento e suas consequências e provar que não há meios alternativos de execução do contrato.

Quando a força maior não se aplica?

A cláusula de força maior pode não ser aplicável nos casos em que as partes deveriam ter previsto o evento referido como força maior ou onde a parte poderia controlar o evento. Ou em circunstâncias em que uma cláusula de força maior pode ser prematura, como a possibilidade de uma circunstância mudar em breve, portanto, não afetaria o desempenho. É importante considerar a relevância do caso de força maior alegado ou seus efeitos nas obrigações contratuais.

O que mais preciso saber sobre cláusulas de força maior?

Força maior não é invocada automaticamente. As partes que desejam se beneficiar de tais cláusulas são altamente aconselhadas a incluí-las no contrato. Além disso, pode funcionar para isentar uma ou ambas as partes de todas ou parte das obrigações. No entanto, a redação da cláusula de força maior pode nem sempre abranger tudo e, portanto, deve ser cuidadosamente redigida. Nem tudo pode se qualificar por força maior e a própria cláusula fornece a primeira linha de orientação.

Artigo compilado pela firma-membro da Tanzânia Advogados do FB

pt_PTPortuguese

Países membros

Explore our member firms by country

Argélia
Angola
Botsuana
Burkina Faso
Camarões
RDC
Egito
Guiné Equatorial
Eswatini
Etiópia
Gana
Guiné Conacri
Costa do Marfim
Quênia
Lesoto
Malawi
Mali
Maurício
Marrocos
Moçambique
Namíbia
Nigéria
Ruanda
Senegal
África do Sul
Tanzânia
Tunísia
Uganda
Zâmbia
Zimbábue

O que nós fazemos

Explore nossa gama de conhecimentos e veja como podemos ajudá-lo.
Banca e Finanças, Fundos de Investimento e Private Equity
Crimes e Investigações Empresariais
Concorrência/Antitruste
Engenharia de Construção
Fusões e Aquisições Corporativas
Direito Cibernético, Blockchain e Tecnologia
Resolução de disputas
Direito Empresarial Geral
Saúde e Ciências da Vida
Infraestrutura, Energia e Projetos
Insolvência e Reestruturação de Negócios
Propriedade intelectual
Trabalho e Emprego
Leis de Investimento Local e Indigenização
Mídia, Radiodifusão e Comunicações
Mineração, Meio Ambiente e Recursos
Direito Imobiliário e Imobiliário
Imposto

Meios de comunicação

Explore our news articles, specialist publications and browse through our webinars and gallery